5 dicas para escolher a cortina certa!

Dica 1- Medir bem a largura e altura da janela. Eu sempre sugiro uma folga de tecido para a cortina ficar bem cheia e não faltar pano nas laterais. Exemplo: Se a janela tem a largura de 3 metros, pode deixar uma folga de 20 cm para cada lado. Peça sempre esta folga para as empresas que forem instalar as cortinas.

 

Dica 2- Utilizar o gesso como elemento para esconder o trilho da cortina. Sendo este um ítem pensado ainda em obra, mas garante um ótimo acabamento no ambiente. É o que nós arquitetos chamamos de Cortineiro. Que é um acabamento com largura e rebaixo do gesso de aproximadamente 15 cm, onde o trilho da cortina fica embutido. O cortineiro é bem vindo para muitos ambientes como quarto, sala, cozinha…

 

Dica 3- Atenção para luminosidade das laterais das janelas. Caso a janela seja da mesma extensão do ambiente, às vezes fica difícil controlar a quantidade de luz nas laterais. Neste caso, uma barra em gesso pode atuar como uma proteção e bloquear a luz lateral do ambiente. Uma barra de 10 cm já soluciona o problema. Este problema também ocorre  às vezes em persianas tipo rolô, painel e romana.

 

Dica 4 – Saber se sua janela tem muita incidência de luz, ou seja, se entra muito sol. Neste caso, será preciso pensar em um bloqueio solar, utilizando mais de uma camada  de tecido para obter um bom resultado. Normalmente, um forro grosso como o black-out é o ideal para compor a primeira camada. Hoje temos opções para black-out com tecidos mais elaborados e mais leves.  Eu sempre recomendo black-out para quartos,pois ajuda na qualidade do sono, deixando o ambiente mais escuro e fresco.

 

Dica 5 –  A segunda camada da cortina pode ser um tecido mais leve e decorativo, sendo aqui a melhor parte. Neste caso pode ser um tecido voil, renda, seda, palha, linho…Tudo vai depender dos elementos presentes no ambiente.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *